5 erros comuns na avaliação de desempenho que é preciso evitar

Se você está envolvido com o setor de RH da empresa, sabe que uma avaliação de desempenho tem papel essencial na comunicação entre gerente e funcionário, para avaliar competências, metas e oferecer feedback sobre os resultados destes dois.

É a chance de oferecer aos funcionários o reconhecimento que eles estão procurando, encorajá-los a lutar por altos níveis de sucesso e a resolver os problemas antes que se transformem em complicações.

O que é avaliação de desempenho?

Uma avaliação de desempenho é projetada para considerar o desempenho do funcionário em atingir as metas definidas e identificar as áreas em que o treinamento pode ser necessário.

Engloba acompanhar e registrar eventos, preencher uma avaliação, realizar uma reunião de consenso, criar ações de desenvolvimento ou reconhecer o colaborador.

Quais os benefícios da avaliação de desempenho?

As avaliações de desempenho oferecem a oportunidade de reforçar as expectativas que a empresa tem quanto aos trabalhadores em relação aos deveres de trabalho, qualidade e produtividade.

A comunicação das expectativas dá ao trabalhador a capacidade de atender aos requisitos do trabalho e obter avaliações positivas. Os gerentes obtêm melhores resultados quando os funcionários têm uma ideia clara do que a empresa espera no trabalho.

A avaliação proporciona uma oportunidade para:

  • discutir o desempenho do funcionário, com base em sua produtividade e eficiência em relação às metas estabelecidas;
  • estabelecer metas para o desenvolvimento profissional e para contribuir com a empresa;
  • discutir expectativas e realizações.
Quais são os erros mais comuns a evitar?

Apesar de a avaliação de desempenho contribuir para o desenvolvimento do funcionário, há alguns cuidados que devem ser tomados para que seja realmente efetiva. Confira a seguir os erros a evitar:

1. Avaliações esporádicas

O primeiro passo na gestão de um funcionário é determinar com que frequência as avaliações de desempenho devem ser dadas. Lembre-se de que os gerentes devem constantemente realizá-las.

Algumas organizações escolhem dar avaliações de desempenho uma ou duas vezes ao ano. No entanto, quanto mais frequente forem, maior será a oportunidade para o desenvolvimento dos funcionários.

2. Superficialidade

Muitos gerentes tendem a usar linguagem vaga durante o feedback, como “Você faz um ótimo trabalho” ou “Você poderia fazer um trabalho melhor”, em vez de citar detalhes específicos sobre o que o funcionário fez bem ou mal em termos de desempenho.

Sem conhecer as especificidades, os funcionários não recebem um feedback útil que possam usar para melhorar seu desempenho nem entendem por que não receberam o aumento ou a promoção de remuneração que desejavam. Faça comentários claros e evite declarações excessivamente ambíguas, tanto positivas quanto negativas.

3. Falta de memória

O gerente que conduz a avaliação pode ficar preso a um acontecimento recente. Sejam positivos, sejam negativos, os eventos que precedem a avaliação podem ocupar espaço desproporcional na mente do avaliador. 

Para evitar cair nessa armadilha, o gerente pode anotar todas as informações pertinentes à medida que elas ocorrem. Rever essas anotações no momento da avaliação ajuda a criar uma imagem mais realista e precisa do funcionário.

4. Evitar feedback negativo 

Alguns gerentes não gostam de dar feedback negativo e aumentam as classificações de seus funcionários para evitar conversas difíceis ou para fazer com que seu departamento pareça bom contra seus pares. No entanto, lembre que, no caso de dispensa ou demissão, os advogados podem intimar essas avaliações de funcionários como prova em um processo judicial.

5. Deixar de reconhecer o trabalho

Uma das piores atitudes que um gerente pode tomar quando faz a avaliação de  desempenho de um funcionário é focar apenas o fato de que o trabalhador fez o trabalho.

Muitas pessoas perderam o emprego após a recente crise financeira, e isso deixou as que permaneceram na empresa com mais responsabilidades, uma vez que agora elas precisam fazer os trabalhos que seus ex-colegas faziam. É importante reconhecer o trabalho excepcional que os funcionários realizam.

Quer saber como melhorar os indicadores de desempenho na sua empresa? Entre em contato conosco e saiba mais!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.